Baha'i News -- Anotações para reflexão de um participante da recente Assembléia Global da URI
Ó FILHO DO HOMEM! Para tudo há um sinal. O sinal do amor é fortaleza em Meu decreto e paciência em Minhas provações.
 
 

Anotações para reflexão de um participante da recente Assembléia Global da URI

Compartilhamos as anotações muito interessantes do amigo Mohiman Shafa, que participou junto com outros bahá'ís, no período de 18 a 25 de agosto do corrente, no Rio de Janeiro, da Assembléia Global da URI (Iniciativa das Religiões Unidas). Estas anotações, embora parciais e pessoais, merecem nossa detida reflexão e análise:

“Algumas anotações parciais e pessoais:

Como uma influência direta da Revelação da Antiga Beleza, membros de cerca de 250 membros de 22 tradições religiosas dos 5 continentes reuniram-se num encontro marcado por espirito de harmonia, reverência, cordialidade e alegria, com o propósito de compartilhar o sagrado e servir o mundo. Sentaram-se lado a lado em paz e consultaram entre si, paquistaneses e indianos, hinduistas e muçulmanos, católicos e protestantes, árabes e israelenses, ateus e religiosos.

Escutaram com atenção as opiniões uns dos outros, ouviram orações em diversas línguas, louvaram o Todo-Poderoso e pediram-Lhe que os ajudasse no Seu caminho para estabelecimento da paz máxima.

Somos diferentes no gênero, fé, cultura, língua, experiência, etnia, aparência física, DNA's sem fim, como a razão fundamental da beleza da sociedade humana, e hoje os homens aumentam essas diferenças e as usam para criar conflitos.

Os conflitos surgem porque as pessoas não aprendem a lidar com as diferenças. Se aprendermos a lidar, apreciar e valorizar as diferenças, elas serão fontes de riqueza.

Por que um grupo de pessoas como nós aqui pode fazê-lo e dois vizinhos na Irlanda, Palestina, Ruanda, Bósnia (onde centenas de milhares de pessoas, como nós, foram mortas em 3 semanas), não podem fazer ? É porque educam suas crianças a sentirem diferenças, preconceitos, ódio...

Nenhuma criança nasce com preconceito.

Os protestantes na Irlanda, descobriram 11 diferenças para distinguí-los dos católicos sem precisar falar com eles, e as ensinaram às suas crianças.

Numa guerra, pensa-se que você mata o inimigo e automaticamente elimina o inimigo, o acordo e a diferença.

Geralmente após o cessar fogo temos um acordo. Mas a sabedoria diz que se você não trabalha as mentes, não resolve as diferenças. Muitas vezes, há acordos mas não a intenção de respeitá-los.

Que diferenças você não consegue tolerar no outro? Que diferenças o outro não tolera em você ? E temos tantos telefones por satélite para falar com Deus.

Como marido e mulher fazem durante conflitos? Falam entre si? Falam com outros, falam com as mães, e outras pessoas facilmente se envolvem, paga-se um advogado, comunicam-se através do cachorro...modos criativos de se odiarem...

Como os envolvidos distorcem a percepção do outro lado com mentiras e aviltamento. Em Filipinas, por exemplo, o cristão diz ao filho: entre em casa senão o muçulmano irá sequestrá-lo. O muçulmano diz ao filho: entre em casa senão o soldado pode atirar em ti.

O trator contou para a cobra que era mal tratado pelo povo porque destruía suas casas, mas um dia resolveu transformar-se em borboleta e passou a ser bem tratado e ter as crianças brincando com ele. A cobra disse que também apanhava porque mordia as pessoas, e um dia mudou de cor para ver se seria mais bem tratado, mas mesmo assim as pessoas continuaram a bater-lhe com paus.

O processo para alcançar a paz máxima requer que alem das etapas de prevenção, gerenciamento e resolução, haja uma verdadeira transformação a nível de indivíduos.
Xamanista do Tibet : Religião é uma só, é coisa de coração e conhecimento, e que deve ser traduzido em atos.

Em breve a Terra será um só país - isto está acontecendo.

Uganda: o conflito entre governo central e rebeldes que continuamente massacravam aldeias. O Círculo de Colaboração da URI conseguiu, através de negociações, com que o governo destacasse uma zona neutra para os líderes religiosos se encontrarem com os rebeldes e orarem e consultarem sobre a paz.

Moçambique: a paz com os rebeldes foi resultado do empenho, diligência e negociações dos líderes religiosos.

Os Círculo de Colaboração da URI convoca todos os líderes religiosos para, aos domingos, orar pela perpetuação da paz e justiça. Hoje vê-se crianças indo para escola, cantando e dançando no caminho, com tranqüilidade.

Estereótipos de preconceito: os tomamos da mídia por puro desconhecimento e ignorância, da inviabilidade de pesquisarmos a verdade. Por exemplo, todos os homens muçulmanos batem nas suas mulheres, ou os budistas não acreditam em Deus...

O que você faria se precisasse da ajuda de outra pessoa diferente de você ? A linguagem primária: medo, receio, preconceito. Quando enfatizamos as semelhanças, isso nos aproxima com uma segunda linguagem: amor, carinho, afeto, paz, harmonia...

''Eu sou o Caminho, a Verdade, a Vida, e ninguém irá ao Pai a não ser através de Mim''. '' Eu sou o Pai, e o Pai sou Eu''. Então, se Deus é amor, eu sou amor, e portanto ninguém irá ao Pai sem o amor.

Aspectos excluidores, negativos e incluidores, positivos das religiões:

Josh Borkin : (-) os judeus são o povo escolhido. (+) Devemos tratar bem os estranhos, porque nós mesmos fomos estranhos enquanto vivemos no Egito.

Nancy Al Kurdi e Elisabeth Akerly: (-) condenação ao inferno dos infiéis (kaferin) politeístas, Muhammad é a ultima Manifestação. Sempre acreditamos que os judeus são matadores dos profetas. Mataram Jesus e tentaram matar Muhammad. (+) Permitam as pessoas acreditarem nas suas próprias religiões. Os ricos devem ajudar financeiramente os judeus e cristãos pobres que queiram abraçar a nossa fé.

Cristian Tendai Chikuku: (-) Batismo e a exclusão da salvação de quem não crê em Jesus. Exclusão das mulheres do sacerdócio e às vezes da própria religião. A crença de que Jesus é o único caminho. (+) o perdão.

Tara Karagan (atéia): (-) os religiosos parecem sempre pessoas carentes e necessitadas e seguem a religião por medo. (+) Cada um pode crer no que quiser e no que não quiser.

Bahá'ís: (-) nenhuma. (+) aceitamos todas as religiões e nossos templos têm 9 entradas, uma para cada religião revelada. Uma vez dentro do templo, estão unidos e sob o mesmo teto.
A religião ( religar a Deus) é uma só. Todas as Revelações de Deus através dos Seus santos Manifestantes como Krishna, Abraão, Moisés, Zoroastro, Buda, Jesus, Muhammad, Bab e Bahá'u'lláh, foram perfeitas para a sua época. Os aspectos excludentes ou negativos foram inseridos por causa da má interpretação das Escrituras
Sagradas, pelos homens.


Vida Amarrada - Um lenda dos índios Sioux

Conta uma velha lenda dos indios Sioux, que uma vez, Touro Bravo, o mais valente e honrado de todos os jovens guerreiros, e Nuvem Azul, a filha do cacique, uma das mais formosas mulheres da tribo, chegaram de mãos dadas, até a tenda do velho feiticeiro da tribo...

- Nós nos amamos... e vamos nos casar - disse o jovem. E nos amamos tanto que queremos um feitiço, um conselho, ou um talismã... alguma coisa que nos garanta que poderemos ficar sempre juntos... que nos assegure que estaremos um ao lado do outro até encontrarmos a morte. Há algo que possamos fazer?

E o velho emocionado ao vê-los tão jovens, tão apaixonados e tão ansiosos por uma palavra, disse:

- Tem uma coisa a ser feita, mas é uma tarefa muito difícil e sacrificada... Tu, Nuvem Azul, deves escalar o monte ao norte dessa aldeia, e apenas com uma rede e tuas mãos, deves caçar o falcão mais vigoroso do monte... e trazê-lo aqui com vida, até o terceiro dia depois da lua cheia. E tu, Touro Bravo - continuou o feiticeiro - deves escalar a montanha do
trono, e lá em cima, encontrarás a mais brava de todas as águias, e somente com as tuas mãos e uma rede, deverás apanhá-la trazendo-a para mim, viva!

Os jovens abraçaram-se com ternura, e logo partiram para cumprir a missão recomendada... no dia estabelecido, à frente da tenda do feiticeiro, os dois esperavam com as aves dentro de um saco.

O velho pediu, que com cuidado as tirassem dos sacos... e viu eram verdadeiramente formosos exemplares...

- E agora o que faremos? - perguntou o jovem - as matamos e depois bebemos a honra de seu sangue? Ou as cozinhamos e depois comemos o valor da sua carne? - propôs a jovem.

- Não! - disse o feiticeiro, apanhem as aves, e amarrem-nas entre si pelas patas com essas fitas de couro... quando as tiverem amarradas, soltem-nas, para que voem livres...

O guerreiro e a jovem fizeram o que lhes foi ordenado, e soltaram os pássaros... a águia e o falcão, tentaram voar mas apenas conseguiram saltar pelo terreno. Minutos depois, irritadas ela incapacidade do vôo, as aves arremessavam-se entre si, bicando-se até se machucar.

E o velho disse:

- Jamais esqueçam o que estão vendo... este é o meu conselho. Vocês são como a águia e o falcão... se estiverem amarrados um ao outro, ainda que por amor, não só viverão arrastando-se, como também, cedo ou tarde, começarão a machucar-se um ao outro... Se quiserem que o amor entre vocês perdure... voem juntos...mas jamais amarrados.

(Texto enviado por Ana Maria Monteiro para a ABEN).


Fotos do recente encontro de Círculos de Estudos no Instituto Bahá'í da Bahia



Estas duas fotos, são do encontro dos Círculos de Estudo da Estrada do Coco e Salvador, aproximadamente 70 pessoas estiveram presentes, apesar da chuva.

Participantes de círculos de estudo que também integram a banda de percussão AB19, apresentaram alguns números musicais, assim como alguns facilitadores que nos brindaram com a execução de peças ao teclado e violão.

Muito enriquecedor foi a troca de experiências e a expressão dos amigos do que sua participação nos círculos de estudo representava em suas vidas.

Areia Branca, Lauro de Freitas, Portão e Salvador responderam ''presente!''.


©Copyright 2002, Agência Bahá´í de Notícias, Brasil

Page added 020831, last updated/revised 020902
Return to the Bahá'í Association's Main Web Page