Baha'i News -- Carta de Dezenove Dias * Mês Bahá'í Izzat/ Força * 8 de setembro de 2002

Assembléia Espiritual Nacional dos Bahá'ís do Brasil

Carta de Dezenove Dias

Mês Bahá'í Izzat/ Força * 8 de setembro de 2002

Queridos amigos bahá’ís,

A Assembléia Espiritual Nacional aproveita esta sagrada festividade para enumerar algumas das evidências de que um novo espírito de confirmações vem abençoando a Comunidade do Maior Nome em nosso país. Nos últimos dois meses mais de 400 lideranças religiosas, residentes em diversas cidades brasileiras, tiveram acesso a mensagem dirigida aos líderes religiosos da humanidade, em maio último, pela Casa Universal de Justiça. Cardeais, arcebispos e bispos da Igreja Católica, juntamente com pastores de diversas denominações protestantes, rabinos, monges budistas, autoridades espíritas, personalidades religiosas dos cultos afros, dentre outros mais, invariavelmente, foram muito receptivos ao conteúdo dessa convocação para o diálogo religioso e para assumirem um papel de liderança espiritual capaz de criar um mundo unido e em paz.

A Assembléia Nacional tem recebido na Sede Nacional alguns desses líderes que de imediato solicitaram audiências para tratar do conteúdo da Mensagem. O evento promovido pela URI (Iniciativa das Religiões Unidas) no Rio de Janeiro, em agosto último, teve a participação de bahá’ís na Aldeia Sagrada, em horários nobres de sua programação. A inserção da Fé em publicações de renome dos envolvidos nos programas de ensino religioso no Brasil é também significativa e promissora.

Aliado a isso, a Assembléia Nacional está bastante feliz com a multiplicidade de reuniões de reflexão que vêm ocorrendo em diversos agrupamentos no país, dentre estes os do Pérola, Tuiuiú, Falcão Real, Sudeste II, Estrada do Coco, Grande Belo Horizonte, Grande Vitória, Grande Manaus e assim por diante. Estas reuniões têm sido o motor do Plano de Cinco Anos no Brasil.

É animador constatar que as aulas para crianças entram em um vibrante estágio de desenvolvimento com o aumento da capacitação no Livro 3 do Instituto Ruhí, o aumento do número de alunos por aula e a crescente utilização dos Programas Curriculares, por faixas etárias.

Destaque necessita ser feito para os bons resultados alcançados nas oficinas do Grupo Geração Viva realizadas em São Paulo, Goiânia e Salvador, liberando ainda mais o potencial artístico da juventude bahá’í brasileira para o uso das artes na arena sagrada do ensino. Este êxito não teria sido possível sem o amoroso apoio da Comunidade Bahá’í de Portugal que disponibilizou três de seus maravilhosos jovens para virem ao Brasil oferecer a capacitação necessária.

A Assembléia Nacional em meio a tantas confirmações de vitórias confirma à Comunidade Nacional sua determinação em equilibrar as despesas cobertas pelo Fundo Nacional com as suas receitas regulares e, foi dentro desse espírito que, há pouco mais de um ano, dentre outras medidas de contenção de despesas administrativas, liberou o seu Tesoureiro Nacional que servia à Fé em tempo integral, bem como liberou outros dedicados amigos que serviam em tempo integral em órgãos da administração nacional. Em sua última reunião, a Assembléia aprovou liberar também, o seu Secretário Nacional de Assuntos Externos que servia a Fé em tempo integral. Somados todos estes cortes, que incluem uma forte diminuição de despesas operacionais fixas, a Assembléia Nacional prevê uma economia da ordem de R$ 200.000,00 por ano.

A Assembléia Nacional aproveita esta sagrada ocasião para agradecer às dezenas de amigos bahá’ís que já firmaram seus compromissos mensais com o Fundo Nacional. No ano passado esses compromissos somados chegavam a R$ 165.000,00 e neste ano, com a boa resposta dos amigos, esse montante é de R$ 239.349,00 ou seja, verificou-se um crescimento de cerca de 45% em relação aos compromissos firmados no ano anterior.

Como os amigos estão bem cientes, o Orçamento Nacional para este ano é de R$ 1.524.502,46, sendo que o Fundo Nacional deverá cobrir deste montante o valor de R$ 900 mil. A participação universal é um tema vital nesta questão desafiadora, pois é este o nosso maior desafio financeiro: aumentar o número de contribuintes regulares. Todos, sem exceção, por mais escassos que possam ser os seus recursos, podem contribuir decisivamente para assegurar a auto-suficiência econômica da nossa amada Comunidade Nacional. Somente assim poderemos garantir um progresso da Causa no ritmo que é necessário sem adicional perda de qualidade de suas operações.

A Assembléia Nacional convoca a todos os amigos que ainda não firmaram seus compromissos que, em espírito de devoção, o façam já nesta Festa. É o somatório desses compromissos que oferece a esta Instituição uma visão realista do seu fluxo de caixa, ou seja, do volume de recursos financeiros que ela poderá contar ao longo dos meses para o desenvolvimento de atividades bahá’ís, estabelecimento de pioneiros, manutenção da estrutura operacional administrativa, movimentação de instrutores, publicação de folhetos, influência junto a autoridades, dentre dezenas de outras oportunidades que surgem para o crescimento de nossa amada Causa.

Esta Instituição está confiante de que os servos leais e dedicados à Fé irão se desdobrar em esforços para manter a marcha progressiva da Causa em nosso país, contribuindo de forma mais universal, regular e generosa.

Com amorosas saudações bahá’ís,

A Assembléia Espiritual Nacional dos Bahá’ís do Brasil


©Copyright 2002, A Assembléia Espiritual Nacional dos Bahá’ís do Brasil

Page last updated/revised 020821
Return to the Bahá'í Association's Main Web Page